Em uma ruela de Marrakech
Entre cores e cores terracota
Saltou-me à vista uma cor pura
Mais pura que a Inocência
E dela emanou os mais belos tons dourados
Da cor da Estrela maior
Era um kaftan marroquino
Que por ele me encantei…
Adornar-me-ei sempre com ele quando feliz estiver
Pois o amor possui cores
E o branco matizado a ouro
São cores que me fazem vibrar!
Mas se a saudade me visitar…
Meu kaftan dobrado ficará
Pois quando estou com saudades
Minha alma fica tão desbotada
Que cor alguma resistirá!

Marina Mourão, in Marrakech/ Marraquexe (Marrocos)